10 dicas sobre redução de custo na energia

Não é à toa que a redução de custo da energia está dentro de um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU: o de assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos.

Ninguém gosta de levar aquele susto com o preço sempre que a conta de luz chega até a sua casa, certo? Sempre que isso acontece, logo percebemos que vai ser preciso mudar alguns hábitos para economizar mais dinheiro com a energia.

Sendo assim, é fundamental levar em conta a importância do consumo consciente para evitar possíveis surpresas com o preço alto da conta de energia. E, pensando em te ajudar nisso, hoje separamos 10 dicas sobre redução de custo de energia.

A importância de reduzir o consumo energia

A energia exerce a maior contribuição para as mudanças climáticas que estão ocorrendo no nosso planeta. Ela é também responsável por 60% das emissões globais dos gases que causam o efeito estufa.

Reduzir o consumo de energia pode começar com pequenos passos e a criação de novos hábitos que irão provocar impacto no custo na energia da sua casa e, também, nas condições climáticas do planeta.

Ou seja, além de diminuir os seus gastos financeiros, você ainda irá contribuir com a proteção do meio ambiente. Desse modo, a redução do consumo de energia se torna sustentável para bem-estar do seu bolso e do planeta.

Problemas causados pelo consumo excessivo de energia

Não fazer um consumo consciente, seja de água ou energia, pode acarretar diversas desvantagens. Essas desvantagens não são somente financeiras mas, também, ambientais.

Os principais problemas causados pelo consumo excessivo de energia são:

  • Os preços da conta de energia acabam aumentando;
  • Afeta o funcionamento do país em diversas áreas;
  • Poluição;
  • Aquecimento global;
  • Aumento dos níveis do mar;
  • Aumento da intensidade dos desastres naturais;
  • Aumento do número de espécies em extinção;
  • A contaminação do ar acaba por aumentar os casos de doenças respiratórias e até mesmo câncer;
  • Destrói os habitats de diversos espécies;
  • Diminui a qualidade de vida da biodiversidade.

Sendo assim, ao usar energia de forma incorreta e irresponsável irá impactar diretamente na nossa qualidade de vida no futuro, principalmente no daqueles que ainda estão para nascer.

10 dicas para reduzir o custo de energia na sua casa 

Agora você já sabe que alguns dos impactos mais negativos que o uso excessivo de energia podem causar na sua vida e no seu futuro podem influenciar muito além das suas finanças.

Desse modo, resolvemos te ajudar nessa tarefa que significa muito mais do que a redução de custo na energia da sua casa. Separamos então 10 dicas para reduzir o custo na energia de maneira bastante simples. Confira:

  1. Aproveite a luz natural ao máximo – Por que não utilizar da fonte natural de luz? Deixar as suas janelas abertas durante o dia pode ajudar a iluminar a sua casa de 20 até 100 vezes.
  2. Desligue as luzes desnecessárias – Opte por apagar as luzes dos cômodos vazios na sua casa. Afinal, para que a luz deve estar acesa se não tem ninguém lá?
  3. Gaste menos tempo no banho – Uma das questões mais difíceis mas que, com toda certeza, fazem muito diferença no custo da energia. Tente diminuir seu tempo embaixo do chuveiro, assim você economiza luz e água ao mesmo tempo. Aliás, você pode começar cronometrando o tempo que você demora mora e ir controlando dia a dia.
  4. Tire da tomada os equipamentos que não estão sendo usados – Assim como deixar a luz de cômodos vazios acesa, deixar equipamento na tomada não serve para nada se você não está os utilizando, certo? Isso auxilia a diminuir pelo menos 10% do seus gastos com energia. 
  5. Dê lugar ao seu guardanapo em vez da sua secadora de louça – Você gasta muito mais utilizando a sua secadora de louça do que gastando 10 minutos ao secar sua louça manualmente com a ajuda de um guardanapo. 
  6. Não utilize notebooks ou celulares enquanto estão carregando – Além de prejudicar a vida útil da bateria dos equipamentos, utilizá-los enquanto estão carregando consome mais energia já que você está gastando em vez de deixá-la carregar normalmente. 
  7. Utilize o microondas ao invés do fogão quando possível – Você economiza muito mais energia utilizando o seu microondas por 15 minutos enquanto utilizaria o seu fogão para a mesma função durante 1h inteira. 
  8. Instale cortinas de maneira estratégica – Em geral as cortinas são utilizadas em motivo de privacidade ou proteger da luz solar, certo? Porém, optar por cortinas que não interrompam o fluxo de ar mas que proteja a sua casa do sol da tarde é uma ótima alternativa. 
  9. Opte por lâmpadas de LED – Optar pelas lâmpadas de LED em vez das incandescentes ou compactas fluorescentes (CFL), pois a lâmpada de LED pode oferecer uma maior projeção da luz e ser mais duradoura do que as outras. 
  10. Diminua a frequência com a qual você lava suas roupas – Ao diminuir o número de vezes com a qual você lava somente algumas peças de roupas aos poucos e criar o hábito de juntar uma maior quantidade, ajuda a diminuir até 50% o consumo de energia.           

O intuito de compartilhar esses conhecimentos e dicas é de despertar em você a necessidade de se tornar um consumidor consciente e o desejo de gerar mudanças que irão impactar no futuro e na qualidade de vida de muitas pessoas.

Sendo assim, ao colocar em prática esses pequenos passos diariamente e torná-los em hábitos presentes na sua vida, você se torna um agente responsável e comprometido com o meio ambiente.

Por isso, surge então a necessidade de levar até outras pessoas essas dicas tão necessárias para a sustentabilidade. Ou seja, você tem a chance de mudar os hábitos da sua família e amigos possibilitando que eles também se tornem consumidores mais conscientes.